o meu diário

Saudades do meu rei…

Serás sempre meu rei. O rei do meu mundo.
Serás sempre o meu homem.

Há alturas em que as saudades doem muito.

Sinto falta do teu cheiro e da tua pele.
Sinto falta daquele pedacinho sem barba. Só meu.
Tenho saudades dos teus “castelinhos”.
Tenho saudades de andar contigo de mão dada na rua.
Sempre os mesmos caminhos. Exactamente os mesmos.

Foste. És o homem da minha vida.
O meu rei.

Fazes-me tanta falta…

Preciso que tomem conta de mim.
Preciso que saibam “passar-me a mão na cabeça”.
Preciso que me conheçam.

Ninguém será para mim o que tu foste. O que tu és.
És o meu rei.

Comentários (1)

  • Pai… muitas saudades… sempre!

    Responder

Deixe um comentário